Curso Yasujiro Ozu: Poeta do Cotidiano, Cinesesc, fev/14

Curso Yasujiro Ozu: Poeta do Cotidiano, Cinesesc, fev/14


Carga horária:
8 horas

Proposta: Apresentar a obra do cineasta japonês Yasujiro Ozu, que, em 12 de dezembro último, completou 50 anos de morte e 110 de vida. Ozu ganhou fama no ocidente por ser japonês por excelência, captando pelas suas lentes a essência do cotidiano do país do sol nascente. Com notável rigor formal, retratava as tradições e as mudanças do Japão ao longo dos anos, atravessando as mais diversas estruturas sociais e econômicas do país, sempre com delicadeza e poesia. Por ser considerado “japonês demais”, Ozu demorou a ser descoberto no ocidente – mas o encanto e influência de sua obra tem apenas crescido, fazendo com que Era uma Vez em Tóquio (1953), tida como sua obra-prima, ficasse em primeiro colocado na lista de melhores filmes da história em enquete da revista britânica Sight & Sound de 2012, segundo os cineastas. O curso abordará as três fases do cinema de Ozu, contextualizando cada período dentro da história do Japão e do cinema japonês, passando pela temática que tanto fascina o cineasta (a família, o conflito geracional, o cotidiano etc) bem como tentará entender o estilo tão único que atravessa sua obra, especialmente a partir de Pai e Filha (1949).

Assuntos abordados:

– O cinema japonês antes de Ozu
– Ozu antes do cinema
– Os primeiros filmes de Ozu
– Shomin-geki e a realidade japonesa
– Os primeiros filmes sonoros de Ozu
– Ozu e o cinema japonês durante a 2ª Guerra Mundial
– Ozu e o Japão no imediato pós-guerra
– Trilogia Noriko
– O que é o típico Ozu?
– Ozu enquanto retrato da sociedade japonesa
– Morte/ MU

Anúncios