Embalos alucinantes: a troca de casais

O documentário sobre o cineasta e ator José Miziara, responsável por filmes como O Bem Dotado – O Homem de Itu (1978) e Pecado Horizontal (1982), é ponto de partida para uma reflexão sobre a memória do cinema da Boca do Lixo.

Esboçando Miziara
(2020, Brasil, 1920×1080, cor, 25’, 16:9)
Direção, roteiro e montagem: Gabriel Carneiro
Direção de fotografia: Pedro Ribaneto
Câmera: Pedro Ribaneto e Dênis Arrepol
Câmera adicional e still: Helena Alba
Som direto e edição de som: Raquel Vieira
Produção: Belluah Produções
Sinopse: O diretor e ator José Miziara realizou algumas das melhores comédias do cinema brasileiro.

O curta-metragem também compõe o longa em episódios Amigos Filmam Amigos.

Amigos Filmam Amigos
(2018, Brasil, 2K, cor/p&b, 84′, 16:19)

Sexto filme realizado pelo Programa Filmes da Memória do Observatório de Cinema e do Memorial do Cinema Paulista, Amigos Filmam Amigos documenta, em cinco episódios, cinco icônicas personalidades do cinema paulista da Boca do Lixo: Satã, Virgílio Roveda, José ‘Índio’ Lopes, Miziara e Tony Ciambra.

Festivais em que o filme foi selecionado:
6º Cine Tamoio – Festival de Cinema de São Gonçalo (São Gonçalo/RJ, mai 2021)
1º Cine Arujá (Arujá/SP, jun 2021)

Still:

esboçando miziara 02esboçando miziara 03esboçando miziara 04esboçando miziara 05esboçando miziara 06esboçando miziara 07